this ok Sentence
Viagra Generico Cialis Originale Kamagra 100 mg Kamagra Oral Jelly Acquistare Propecia Generico Test Pacchetti Generica Acquistare Viagra Strips Kamagra Oral Jelly Priligy Dapoxetina Generico Viagra Originale Kamagra Fizzy Tabs Acquistare Kamagra Soft Tabs Viagra Originale 100mg Levitra Generico Levitra Originale Acquistare Test Pacchetti originale viagra Levitra Soft Tabs Kamagra Fizzy Tabs Acquistare Viagra Soft Tabs
Forum Gralheira de Montemuro • Ver Tópico - Do alto da minha pena

Forum Gralheira de Montemuro

www.gralheira.net
Data/Hora: 20 set 2017, 19:03

Os Horários são TMG [ DST ]




Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 1 Mensagem ] 
Autor Mensagem
 Assunto da Mensagem: Do alto da minha pena
Mensagem não lidaEnviado: 19 nov 2010, 15:59 
Desligado

Registado: 29 set 2009, 14:28
Mensagens: 19
Como este forum está muito parado vou trancrever um artigo que penso enviar para o jornal Miradouro

DO ALTO DA MINHA PENA

A minha pena já não escreve, recusa-se a trabalhar de tão desolada que está. Até agora era altiva, dominadora, lá do seu alto vigiava tudo o que ocorria na sua querida Gralheira, agora não consegue ver nada. Passa o dia preocupada com o que lhe colocaram nas costas, se vira um pouco os olhos para a Gralheira, logo sente um rugido atrás e preocupada como que se baixa, não vá uma daquelas asas darem-lhe cabo da cabeça. A minha pena era um ex-líbris da Gralheira. Toda a gente que a visitava via aquele castelo natural a dominar a paisagem e admirava o engenho do arquitecto divino que construiu tal beleza. Hoje, quem por lá passar vai ver a mesma pena, mas parecer-lhe-á muito mais pequena, muito mais acabrunhada, porque neste país de corruptos e aldrabões, tudo se pode fazer. Como é possível, que os responsáveis pelo ambiente, deixem construir uma torre eólica mesmo junto à nossa pena? Eu sei, ninguém vai protestar, o povo é humilde e ignorante e aquilo é uma obra da natureza não tem nenhum valor histórico, até tem lá uns riscos, mas não são obra humana, foi um raio que fez alguns e outros nada mais são, do que dejectos das aves que por lá fazem os seus ninhos, e isso tem algum valor? Para as entidades oficiais por certo não, mas para este povo humilde e ignorante tem muito. Habituou-se desde sempre a admirar o seu “castelo”, para todos os jovens que nasceram ou foram criados na Gralheira a subida ao alto da pena era um dos pontos altos na sua viragem para adolescente, não era fácil a subida, mas quem o conseguia fazer já demonstrava grande destreza e com orgulho afirmava, “ já consegui subir à pena”. Se é verdade que a subida não era fácil, valia a pena o esforço, pela paisagem e pelo sossego que se desfrutava no seu alto. Recordo agora quando em dias límpidos de primavera, eu me aventurava a fazer a escalada e lá do alto, só ouvia as aves atarefadas no seu processo de reprodução e a minha vista abrangia uma larga paisagem; para norte, logo em primeiro plano a Gralheira e depois todo o resto de Portugal, desde o Douro até à raia de Espanha, como são as serras do Larouco e do Gerês. Para nordeste todas as serranias até Bragança, para oeste o resto da serra e para leste, até terras do distrito da Guarda.
É verdade que hoje ainda poderei subir à pena, mas que encanto terá? Em vez do chilrear dos pássaros terei o barulho sistemático das pás da eólica. Por certo, as aves que por lá procriavam, nomeadamente os peneireiros, irão abandonar os seus ninhos, e ninguém no seu perfeito juízo, aguentará mais que alguns segundos naquele ambiente.
Quem hoje da Gralheira olha para a pena, verá uma torre com mais uns vinte metros do que o morro, e terá a nítida sensação que as pás da hélice irão chocar a qualquer momento com o mesmo.
Este artigo é um desabafo de um dos muitos amantes da Gralheira, que estão desgostosos com a implantação dos parques eólicos. Não se trata aqui de ser contra ou a favor dos mesmos, trata-se de um protesto pela forma como eles foram implantados, pouco se importando em ouvir as populações locais e seguindo um destino errático obedecendo aos interesses de alguns indivíduos em prejuízo de muitos.


Gralheira, 21 de Novembro de 2010
José Carlos de Jesus Rodrigues


Topo
 Perfil Enviar Mensagem Privada  
 
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 1 Mensagem ] 

Os Horários são TMG [ DST ]


Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante


Criar Tópicos: Proibido
Responder Tópicos: Proibido
Editar Mensagens: Proibido
Apagar Mensagens: Proibido

Ir para:  
cron
Desenvolvido por phpBB® Forum Software © phpBB Group
Traduzido por phpBB Portugal